Como Dolarizar seu portfolio com criptomoedas.

Em tempos de alta do Dólar, criptomoedas atreladas ao valor da moeda americana são alternativas.

Como Dolarizar seu portfolio com criptomoedas.
Imagem por Viacheslav Bublyk via Unsplash

Nos últimos meses a crescente alta do Dólar frente ao Real tem assustado brasileiros que planejam viajar ou fazer negócios no exterior, e quando pensamos em converter Real para Dólar, a primeira opção que vem à mente são as casas de câmbio.

No entanto, a conversão através de casas de câmbio possui alguns pontos negativos, como por exemplo, a necessidade de manter o valor em espécie - que pode ser menos seguro, além do custo elevado de taxas e a alta diferença entre preço de compra e venda.


Se você está buscando alternativas para converter seus Reais para Dólares, é importante saber que isso pode ser feito através de criptomoedas.


Mas criptomoedas não são aquelas que possuem alta volatilidade com grande risco de perda ou valorização? Não apenas.

Por definição, criptomoedas são ativos registrados em um banco de dados conhecido por Blockchain. Isso quer dizer que qualquer ativo pode ser registrado em Blockchain, inclusive Dólares e outras moedas fiduciárias, como o Euro e o próprio Real. Elas são chamadas de stablecoins, ou, moedas estáveis, em tradução livre.


A diferença é que os ativos registrados em Blockchain são puramente digitais e não possuem a garantia soberana de um Governo, mas sim da instituição que as emite.


Imagem por Richard Liang via Medium.


A mais popular e que possui maior volume de negociação é o Dólar Tether (USDT). Outra stablecoin que tem sido enormemente utilizada é o Dai, da MakerDAO que é caracterizada pela colateralização descentralizada.

Porém existe uma diversidade de outras stablecoins em circulação. Vamos comentar abaixo somente as que estão disponíveis para negociação em exchanges brasileiras.


Tether - USDT

O Tether é um token respaldado por ativos reais, incluindo USD e o Euro. Um Tether é igual a uma unidade subjacente da moeda que o apoia, por exemplo, o dólar dos EUA e é 100% lastreado por ativos reais em contas bancárias da plataforma Tether.

Disponível na Braziliex, BitcoinToYou, e NovaDAX.


Dai by MakerDAO

O Dai é uma criptomoeda descentralizada, imparcial e com garantia colateral ao dólar norte-americano.

O Protocolo Maker, também conhecido como sistema Multi-Collateral Dai (MCD), permite que os usuários gerem, emprestem e recebam dividendos por isso, tudo aprovado pelo sistema de governança Maker.

Disponível na Pundi X.


USD Coin - USDC

As stablecoins CENTER são emitidas por instituições financeiras regulamentadas e licenciadas que mantêm reservas completas da moeda fiduciária equivalente. Os emissores devem informar regularmente suas reservas em dólares americanos e a Grant Thornton LLP emite relatórios sobre essas reservas todos os meses.

Disponível na BitcoinToYou.


True USD - TUSD

TrueUSD (TUSD) é um token ERC-20 totalmente garantido, protegido legalmente e com transparência. Está atrelado ao dólar e mantém uma proporção de 1:1. A plataforma TrustToken também possui outras stablecoins como o TCAD, TAUD, TGBP e THKD.

Disponível na Foxbit.


Como ter acesso a outras stablecoins?

Todas as stablecoins mencionadas acima podem ser adquiridas com Reais através das exchanges brasileiras. No entanto se você deseja adquirir outras stablecoins, você pode fazê-lo através de exchanges estrangeiras utilizando Bitcoin, por exemplo.


O processo é simples: você adquire Bitcoin em uma exchange brasileira, e troca seu Bitcoin pela stablecoin desejada na exchange estrangeira.

Este processo é mais lento e possivelmente um pouco mais custoso, já que você pagará taxas para comprar Bitcoin e posteriormente para trocar seu Bitcoin por stablecoin, mas é uma alternativa a quem deseja ter acesso a stablecoins que não estão disponíveis com pares em Real.




continue lendo...